sábado, 7 de agosto de 2010

Macro Jê, os indios mais brasileiros que existem, só tem no Brasil esta etnia

Macro Jê, os indios mais brasileiros que existem, só tem no Brasil esta etnia

Mapa que demonstra a abrangência histórica dos Macro Jê, pontos amarelos são tribos.


O tronco macro-jê é um tronco lingüístico cuja constituição ainda permanece consideravelmente hipotética. Teoricamente estende-se pelos estados brasileiros do Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Maranhão, Pará, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Contudo e apesar da cautela dos estudiosos, persebemos que esta etnia só existe no Brasil, mais precisamente em planaltos, são indios de cerrado. Uma teoria diz que foram expulsos do litoral pelos tupis, um povo bem mais guerreiro e beligerant  que os Jês.

Todas as demais etnias indigenas tem povoações  em países limítrofes ao Brasil, os Arauques e Karib, exiswtem nas Guianas e Venezuela, assim como os povos de fala Pano, que moram no Acre e na Bolivia e até os famosos tupis, existem povos no Peru e Argentina.


 Histórico

A partir do descobrimento do Brasil pelos portugueses, em 1500, os europeus passaram a ter um grande contato com as tribos tupi-guarani que estavam espalhadas por praticamente toda a costa brasileira. Os tupi-guarani chamavam os indígenas de fala diversa à sua de tapuia – que, em sua língua, significava "inimigo". Este vocábulo foi incorporado pelos europeus, que passaram a considerar que, no país, havia apenas duas grandes nações indígenas: a tupi-guarani e a tapuia.

Os tapuias, considerados pelos europeus como mais primitivos e de catequese e conquista mais difíceis, foram duramente combatidos e exterminados – e muitos dos povos e tribos então existentes desapareceram de forma tão completa que sequer registro direto de sua existência há.

Já no começo do século XX, os antropólogos passaram a rejeitar o nome "tapuia" e adotaram a denominação de "gês" para este outro grupo de famílias linguísticas. Com a reforma ortográfica, para diferenciar-se do nome da letra G, a palavra "gê" foi grafada desde então como "jê". São desta etnia, os antigos Timbiras, Kayapó, Xavante, Gavião, Bororo, Carajá, Kraô, etc., esses são considerados os indios mais brasileiros geograficamente falando.



Kayapós de Redenção, Pará


Indias Kayapó, jogos indigenas de Tucurui, Pará(cabo de guerra) Foto Silvio Ribeiro


Pedro Paulo Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário